(54) 3333-9000
(54) 99983-0259

INFORMATIVOS

Implantação da cultura do trigo.

O trigo (Triticum aestivum L.) é uma gramínea de ciclo anual, consumido em forma de farinha ou ração animal. No Brasil, a produção anual varia entre 5 e 6 milhões de toneladas, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, onde cerca de 90% está concentrada no Sul do Brasil.

O solo da área a ser cultivada deve ter boa fertilidade, com a acidez corrigida, livre de pragas, doenças e plantas daninhas antes do inicio do plantio da cultura. É importante ressaltar que os restos culturais devem ser depositados em uma faixa equivalente à largura da plataforma de corte da colhedora. Já a escolha da cultivar adequada a ser instalada é uma decisão do produtor com auxilio do técnico, devendo-se levar em conta todas as suas próprias características e da área.

A densidade de semeadura a ser adotada deverá considerar a indicação para a cultivar e para a região produtora, conforme indicação técnica, variando aproximadamente entre 70 e 80 sementes por metro com o espaçamento de 17 cm, com profundidade de semeadura em torno de 2 a 5 cm.

O potencial produtivo de uma cultivar depende do seu estabelecimento e desenvolvimento inicial. Por esta razão, é fundamental o controle das doenças, pragas e plantas daninhas no inicio de seu desenvolvimento, levando em consideração a sanidade das sementes e da área a ser cultivada. As sementes podem estar infectadas por patógenos, mesmo sem apresentarem sintomas externos. Para evitar a reintrodução de fungos na lavoura, como por exemplo, mancha da gluma (Stagonospora nodorum),mancha marrom (Bipolaris sorokiniana) e mancha amarela (Drechslera tritici-repentis), recomenda-se o tratamento de sementes para o plantio da cultura.

A semeadura anual de trigo na mesma área é considerada a principal causa da ocorrência de doenças. Culturas como a aveia, o nabo forrageiro, a canolasão consideradas as melhores opções de rotação de culturas, visando o controle de doenças nos órgãos aéreos (como manchas foliares, oídio, ferrugem da folha e do colmo, giberela e brusone) e das demais doenças do sistema radicular do trigo.

                                                                                            Denilso J. Mombelli

                                                                                           Detec- Coagril

OUTROS INFORMATIVOS

CONTROLE DE DOENÇAS NA FASE INICIAL DA CULTURA DA SOJA.

CONTROLE DE DOENÇAS NA FASE INICIAL DA CULTURA DA SOJA.

LER MAIS
MANEJO INICIAL NA CULTURA DA SOJA.

MANEJO INICIAL NA CULTURA DA SOJA.

LER MAIS
MORTE DE PLÂNTULAS DE SOJA

MORTE DE PLÂNTULAS DE SOJA

LER MAIS