(54) 3333-9000
(54) 99983-0259

INFORMATIVOS

Controle de percevejos na cultura do trigo.

Durante o desenvolvimento da cultura do trigo, vários insetos podem acometer a cultura, entre os insetos de maior importância estão os percevejos (Hemiptera) os quais são insetos sugadores, são de desenvolvimento paurometabólico, passando pelas fases de ovo, ninfa e adulto. As espécies mais comumente encontradas em trigo pertencem à família Pentatomidae como os percevejos-barriga-verde, Dichelops melacanthus e D. furcatus.

Os adultos medem entre 9 e 11 mm de comprimento, sua coloração em vista dorsal varia de castanho-amarelada a acinzentada, e o abdômen apresenta a cor verde. A cabeça termina em duas projeções pontiagudas e a parte anterior do tórax apresenta margens dentadas e expansões laterais espinhosas. Os ovos são verdes claros, normalmente colocados sobre as folhas ou espigas. Esta espécie tem sido encontrada desde o plantio da cultura do trigo até a fase de espigamento, sendo que a fase de maior susceptibilidade ao ataque, entre o emborrachamento/espigamento.

As plantas apresentam folhas com perfurações transversais, inclusive com necrose do tecido, provocando o dobramento das folhas ou quebrado no sentido perpendicular as perfurações, podendo ainda algumas adquirir aspecto de charuto ficando enroladas e deformadas. Assim, os prejuízos causados pelos danos do percevejo barriga-verde podem variar desde a perda total da planta até perdas de 30% da produção nas plantas sobreviventes. No caso específico do trigo, resultados experimentais revelaram que as perdas são proporcionais ao número de percevejos/planta.

O controle pode ser realizado de forma preventiva usando inseticidas no período de desenvolvimento da cultura, não deixando a população dessas pragas se elevarem a níveis críticos ou ao ponto de apresentarem danos e até perdas significativas na cultura. Quando o percevejo ataca as áreas cultivadas de trigo, as perdas na produção são muito grandes, porém, se o agricultor usar a tecnologia de controle, que é de baixo custo, o ganho líquido por hectare em nível de produção quanto o benefício econômico regional são bastante expressivos.

                                                                            Denilso José Mombelli

                                                                             Detec Coagril

OUTROS INFORMATIVOS

ESCOLHA DO HÍBRIDO PARA SILAGEM

ESCOLHA DO HÍBRIDO PARA SILAGEM

LER MAIS
PULGÕES NO TRIGO

PULGÕES NO TRIGO

LER MAIS
Dessecação para a implantação da cultura do milho

Dessecação para a implantação da cultura do milho

LER MAIS