(54) 3333-9000
(54) 99983-0259

INFORMATIVOS

A PRIMEIRA LACTAÇÃO

O produtor de leite pensa, muitas vezes, “como eu posso aumentar a produção das minhas vacas”? “Se eu usar boa genética para produção de leite, eu consigo”, mas, em muitos casos, a produção de leite não aumenta.

Em muitos casos, isso acontece não em função do uso de uma boa genética. Podemos utilizar touros com genética positiva para a produção de leite e, mesmo assim, não obter o resultado esperado na próxima geração, uma vez que um sistema inadequado de alimentação e manejo na exploração tem um impacto negativo sobre a produção de leite.

Uma das coisas que o produtor precisa saber é que a primeira lactação, na verdade, fornece a base para a produção de leite nas próximas lactações. Uma novilha que produz muito pouco leite na primeira lactação irá gerar uma vaca que também produzirá menos leite nas lactações seguintes.

Devido a esse fato, é desejável procurar obter uma produção de leite ótima da novilha na primeira lactação. Mas cuidado: para aumentar a produção de leite vitalícia não se deve forçar muito a produção da novilha na primeira lactação, pois pode forçar demais e causar certos distúrbios prejudiciais para a novilha.

O importante mesmo no caso da novilha não é o peso n cobertura e sim o peso ao parto e a condição corporal boa. A novilha gestante não deve parir muito gorda, pois esse tipo de animal apresenta baixo consumo de alimento no início da lactação e é mais propenso a apresentar doenças metabólicas, problemas de casco e de parto, retenção de placenta e metrite.

No caso da novilha gestante chegar ao parto magra, também podem ocorrer problemas de parto (parto distócito) e assim levar à retenção de placenta e metrite, além de baixo desempenho reprodutivo. Atingir o peso ao parto desejado é o fator mais importante e fazendo isso possibilita expressar o máximo potencial de produção de leite e bom desempenho reprodutivo da vaca.

Chama-se a atenção que novilhas gestantes podem ganhar até 1 kg/cabeça/dia, sem prejudicar a lactação, mas isto por períodos curtos e sempre após a confirmação da gestação. Por outro lado, novilhas não gestantes não devem ganhar acima de 800 gramas/cabeça/dia do nascimento à gestação, pois se ocorrer acúmulo de gordura na glândula mamária pode prejudicar o crescimento de tecido secretor de leite.

Esta situação acima acontece se o produtor começa com uma excelente criação da bezerra e, ainda, com as novilhas e vacas em lactação sendo alimentadas num bom sistema. Uma das coisas que o produtor precisa saber é que a primeira lactação, na verdade, fornece a base para a produção de leite nas próximas lactações.

Méd. Vet. Giovani Menegon - DEPEC- COAGRIL

Galeria de Fotos

 Clique nas imagens para ampliar

OUTROS INFORMATIVOS

DIA DE CAMPO DE CULTIVARES DE MILHO

DIA DE CAMPO DE CULTIVARES DE MILHO

LER MAIS

Infestação de tripes na cultura da soja.

LER MAIS

CONTROLE FITOPATOLÓGICO NO INÍCIO DO DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DA SOJA.

LER MAIS