(54) 3333-9000
(54) 99983-0259

INFORMATIVOS

MANEJO DA BUVA INVERNO

 

A buva é uma espécie anual, da família das Asteraceae, predominantemente autógama e que pode produzir mais de 200 mil sementes por planta em um ciclo. No Brasil estão relatadas três espécies de buva, Conyze bonaríensís , Conyza canadensís e Coniza Sumatrensis.

As sementes germinam durante o outono/inverno e as plantas desenvolvem-se durante a primavera e o verão, encerrando seu ciclo no outono seguinte. Em condições de campo as sementes são fotoblásticas positivas e só germinam se estiverem próximas da superfície do solo, em temperaturas que variam de 1 °c e 35°C (ótima de 17 °C).

Manejo de resistência;

a) não utilizar, por mais do que duas vezes seguidas, na mesma área, herbicidas com o mesmo mecanismo de ação.

b) monitorar e destruir plantas suspeitas de resistência. Após a aplicação do herbicida, as plantas que sobreviverem devem ser arrancadas, capinadas, roçadas, ou seja, controladas de alguma forma para evitar a produção e disseminação de sementes na área;

 c) implantar programa de rotação de culturas baseado em sistema de produção. A rotação de culturas oportuniza a utilização de um número maior de mecanismos de ação herbicidas;

d) limpar máquinas e equipamentos, eliminar  plantas que crescem nas margens de estradas, pois suas minúsculas sementes disseminam-se pelo vento com muita facilidade.

 Os maiores problemas de manejo são observados quando o controle de buva é realizado somente na dessecação pré- semeadura da cultura. As oportunidades de manejo de buva ocorrem em diferentes épocas do ano, e incluem ações no inverno, dessecação pré-semeadura e controle ou catação na pósemergência da cultura.

Estamos no melhor momento de realizarmos o controle da buva, destaque é a quantidade de plantas germinadas que encontran-se nas nossas lavouras, então é importante fazer este manejo nesse momento para obtermos sucesso no controle.  Também quero atentar para problemas de controle que alguns mecanismos de ação vem apresentando, como os a ALS, a exemplo o produto comercial Allay®, com isso muitos produtores vem aumentando dose para tentar um controle mais eficientes, isso pode representar problemas, sabemos que o controle não melhora significativamente, além de doses elevadas poderem comprometer produtividade da soja.

Quanto aos produtos podemos obtar por outros mecanismos de ação que são mais eficientes, também quero atentar para o horário de aplicação de herbicidas no inverno, pois é muito importante que este sejam aplicados com dias bastante ensolarados,  de temperaturas mais elevada, acima de 15 ºC e a adição de adjunvates é importante para melhorar controle.

 

 

Engº Agrônomo Roger Adriano Uebel

Galeria de Fotos

 Clique nas imagens para ampliar

OUTROS INFORMATIVOS

ESCOLHA DO HÍBRIDO PARA SILAGEM

ESCOLHA DO HÍBRIDO PARA SILAGEM

LER MAIS
PULGÕES NO TRIGO

PULGÕES NO TRIGO

LER MAIS
Dessecação para a implantação da cultura do milho

Dessecação para a implantação da cultura do milho

LER MAIS