(54) 3333-9000
(54) 99983-0259

INFORMATIVOS

ADUBAÇÃO NITROGENADA NA CULTURA DO TRIGO.

Dentre toda a tecnologia recomendada pela pesquisa, em continuidade a todas as etapas que compõem o sistema de produção dos cereais de inverno, destaca-se a adubação nitrogenada. Dentre as fontes de nitrogênio, a ureia é o fertilizante nitrogenado de maior produção e consumo no Brasil. Possui a maior concentração de N (45%) e o menor custo por unidade de nutriente.

Nesta fase de crescimento das plantas, a demanda por nitrogênio é limitada pelo reduzido sistema radicular e aéreo e, mesmo, por que a própria semente fornece este nutriente em quantidades necessárias para o desenvolvimento inicial das plantas. Entretanto, a partir do início do afilhamento, a demanda por nitrogênio é maior em função da maior necessidade das plantas pelo N. Neste momento se determinam os maiores benefícios para o estabelecimento do potencial produtivo dos cereais de inverno.

Deficiências nutricionais deste elemento podem causar redução na evapotranspiração e na eficiência do uso da água, diminuição no tamanho das folhas, afetando a eficiência do uso da radiação solar, causando queda na taxa fotossintética, limitando a emissão de afilhamentos, reduzindo também o numero de colmos e espigas por área e, consequentemente, redução na produção do trigo.

A alta exigência de nitrogênio caracteriza este nutriente como um dos principais fatores limitantes ao crescimento e desenvolvimento de cultura. Todos os componentes do rendimento do trigo podem beneficiar-se em maior ou menor grau pelo nitrogênio, exceto a população de plantas. Desta forma, uma quantidade adequada de nitrogênio é essencial para incrementar a produtividade.

Tal fato ocorre devido à mobilidade do elemento na planta, que em situações de deficiência, tende a migrar das folhas mais velhas para as mais novas, no intuito de suprir a falta do nutriente. Sob severa deficiência, essas folhas tornam-se completamente amareladas e caem da planta.

 

Maiores informações podem ser obtidas junto ao departamento técnico da COAGRIL.                                                                                    

Márcio Andrei Fusiger

DETEC-COAGRIL

Galeria de Fotos

 Clique nas imagens para ampliar

OUTROS INFORMATIVOS

UM MODO DE PREVENIR ACIDOSE EM GADO DE CORTE E LEITE

UM MODO DE PREVENIR ACIDOSE EM GADO DE CORTE E LEITE

LER MAIS
DESSECAÇÃO PARA O PLANTIO DE MILHO

DESSECAÇÃO PARA O PLANTIO DE MILHO

LER MAIS
MAIS UM POUCO SOBRE PERÍODO DE TRANSIÇÃO

MAIS UM POUCO SOBRE PERÍODO DE TRANSIÇÃO

LER MAIS